[Resenha] Fábulas Selvagens



Sinopse: Desde os primórdios da humanidade, histórias são contadas. Lendas ao redor da fogueira, fábulas passadas de geração a geração. Contos de amor e magia que sobrevivem até hoje.

Mas há algo muito importante nessas histórias, algo mágico, que passa despercebido: os animais. Presentes em quase todas as histórias, como guias, conselheiros e, principalmente, amigos.
Seja na forma de um coelho de paletó e relógio, um gato risonho, um leão através do guarda-roupa, ou até mesmo uma cobra numa árvore proibida... Os animais têm sido importantes, e essa antologia é um tributo a eles.
Em "Fábulas Selvagens" você encontrará 20 contos, 20 novas histórias, de amor e magia (ou, quem sabe, algo mais sombrio?) protagonizadas ou guiadas por animais dos mais variados tipos e tamanhos. Você nunca mais os verá da mesma forma.



A leitura do livro é tão leve que você o devora em poucas horas e nem sente. Cada autor vai deixando a sua marca nas histórias, todas baseadas em criaturas. São 16 histórias diferentes, esta é a primeira vez que vejo uma antologia com essa temática e achei bem original e interesse.



Todos os contos são bem curtinhos e sempre me deixam com um gostinho de quero mais como toda antologia. Gostei mais de alguns contos que de outros, já que os finais nem sempre fechavam um ciclo, eu sentia falta de alguma coisa em alguns.

Meus contos preferidos foram:

Garras Azuis - Nanuka Andrade

Eliot, Um Lobo Diferente - N. Gomes

Durante todo o livro aprendemos lições sobre superação, amizade, lealdade, busca da felicidade e até amor. Recomendo à leitura a todos que gostam de antologias e histórias fantásticas.

Não poderia terminar essa resenha sem enaltecer essa edição maravilhosa da editora Skull, a capa é muito linda e toda a diagramação do livro com ilustrações é encantadora, nota mil!

Nenhum comentário