Olá Galera!!

            Como vocês já sabem, o blog está participando do clube de temas da Aliança de Blogueiros Literários do RJ e o tema de Março é Policial.


           O livro escolhido desse mês é O Ceifador de Anjos da autora nacional Juliete Vasconcelos. Venham conhecer a minha opinião sobre essa história cheia de mistérios e assassinatos...

Sinopse: “Por trás da máscara de homem perfeito, se esconde um COLECIONADOR DE FETOS, um serial killer que deixa um rastro de sangue, dor  e morte por onde passa, sem deixar pistas para os detetives Christopher e Ramona, que há muito estão em seu encalço. Vincent é o CEIFADOR DE ANJOS. Ao longo de anos, Los Angeles é assolada por crimes cometidos por um serial killer apelidado pela polícia e pela mídia como Ceifador de Anjos, pois as vítimas escolhidas por ele são mulheres grávidas, de quem foram extraídos seus fetos e levados ninguém sabe para aonde, sendo deixado como pista apenas uma escarificação em seus corpos. Os detetives Christopher Lang e Ramona Hale são responsáveis pela investigação, cujo sentimento de frustração se faz presente durante todo o período da busca pela identidade do assassino, seja pela falta de evidências encontradas, como pelas vezes em que foram conduzidos a erros graves, colocando em xeque suas carreiras. Paralelo aos assassinatos, conhecemos a aparente vida perfeita de Vincent Hughes, angelino modelo e biomédico bem-sucedido, casou-se com a professora universitária Donna Dixon, com quem planeja ter uma família. No entanto, ninguém imagina, muito menos Donna, que o homem perfeito que Vincent se mostra ser, nada mais é que uma máscara usada para esconder o seu segredo, pois ele é o tão temido e procurado Ceifador de Anjos, o psicopata que coleciona fetos. Com um comportamento impecável perante a sociedade, Vincent não atrai nunca qualquer suspeita, mesmo quando o destino acaba por aproximar sua esposa Donna Dixon da esposa do detetive Christopher, Olivia Lang, onde elas se tornam amigas, unidas pelo mesmo desejo de se tornarem mães.
"Donna estará segura vivendo ao lado do homem que ama? Irá descobrir a identidade secreta do marido? E as razões de Vincent para fazer o que faz?"


Autora: Juliete Vasconcelos
Editora: Sekhmet
Páginas: 300

O livro expõe logo de cara os dois lados de Vincent: de homem dedicado, exemplar em tudo a que se dedica e sempre gentil com todos a sua volta e o de alguém capaz de cometer atrocidades com uma frieza e um calculismo enormes. Ele é apresentado como uma pessoa muito solitária, que sofreu perdas na infância, mas que alcançou sucesso na carreira de biomédico.


A maneira como escolhe as vítimas e a sua preparação é muito abordada, deixando bem claro como é tudo muito bem pensado para que não deixe pistas. Ao mesmo tempo em que se reforça muitas vezes a falta das mesmas pelos detetives que investigam as mortes causadas pelo serial killer. Isso se tornou um pouco repetitivo ao longo dos capítulos.


Ele é casado com Donna, uma professora universitária, que é descrita como reservada, apaixonada e atenciosa com seus alunos, amigos e com Vincent. Na maior parte da narrativa, é uma personagem bastante linear, sem muito tumulto sobre suas questões pessoais, mantendo-se quase sempre no seu lugar comum.


Achei a relação entre os personagens muito bem construída, de forma que os encaixes entre os diferentes núcleos ocorreram fluidamente enquanto lia. A “não-enrolação” para as reviravoltas também me agradaram, não se esconde nada além do necessário pro leitor.

Então, apesar de alguns erros gramaticais e de alguns clichês, foi um livro gostoso de se ler, daqueles que despertam a curiosidade no ponto certo e que tem um final não esperado – pelo menos, para mim – mas que deixaram o conjunto da narrativa bem harmonioso.

Classificação


Esse livro foi cedido pela editora em forma de parceria.


Beijos e até a próxima!


Alfarrábios Literários - Brutal (Luke Delaney)
A Menina que Comprava Livros - A Obsessão (Nora Roberts)





Um Comentário