[Resenha] Herdeira do fogo - Sarah J. Maas


Olá gente!

            Como vocês já devem saber Trono de Vidro é minha série amorzinho da vida e hoje vamos falar de seu terceiro livro Herdeira do Fogo.



Sinopse: Celaena ressurge das cinzas ainda mais forte e letal. E parte em uma jornada em busca de uma obscura verdade: uma informação sobre sua herança e seus antepassados que pode mudar sua vida e o futuro de dois reinos para sempre. Enquanto isso, forças sinistras começam a despontar no horizonte e têm planos malignos para dominar o seu mundo. Agora, depende de Celaena encontrar coragem para enfrentar tais perigos, além de seus próprios demônios, e fazer a escolha mais difícil da sua vida.







Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 518


Links das resenhas anteriores

            PARTE UM começa pouco tempo depois do final de Coroa da Meia-Noite. Aqui encontramos uma Celaena completamente quebrada, a assassina está vivendo aos trancos e barrancos tentando lidar com a dor e o sofrimento depois de perder as duas pessoas que amava (Sim, realmente são duas). Sem forças para seguir em frente, com seu espirito e coração em pedaços e sua força de vontade quase nula, ela está dividida entre sucumbir a dor e cumprir a promessa que fez no tumulo da amiga, essa promessa é a única coisa que impede Celaena de se entregar completamente.  Para que possa cumprir com sua palavra ela precisa ir atrás do povo Feérico, pois são eles que possuem as informações necessárias para enfraquecer o rei e erradicar a ameaça que ele e suas chaves são para o mundo.


            Herdeira do fogo continua seguindo a linha de narrativa em terceira pessoa e nesse livro isso se fez muito necessário e vantajoso, já que Celaena está muito longe do reino e precisamos saber o que está acontecendo, sendo assim a narrativa é dividida em cinco pontos de vista. Pode parecer exagerado, mas eu gostei muito porque além de saber o que está acontecendo em outros lugares do reino, acabamos sabendo mais como os personagens pensam.  Além dos já conhecidos como o Chaol (<3) e Dorian, temos a introdução de alguns personagens, Manon (a bruxa), Rown (príncipe féerico), Soncha (Curandeira) e Aedion (Guerreiro/traidor/primo féerico), fora os coadjuvantes que estão de passagem pela história. Tenho para mim que a autora está introduzindo personagens e elementos importantes para que não precise coloca-los na história de última hora e em algum momento no futuro todos esses acontecimentos separados vãos se encontrarem na grande batalha e isso sem dúvida vai ser muito foda. Como eu já disse o livro é bem extenso, mas seus capítulos curtos ajudaram a agilizar minha leitura e fez a narrativa ganhar mais movimento se tornando mais rápida e prazerosa.

            Manon é uma Bruxa de Ferro (já conhecemos uma lá em Coroa da Meia-Noite) que está junto com seu clã e alguns outros também compostos de bruxas de ferro trabalhando para Rei a fim de conseguir recursos para reaver sua terra natal a muito amaldiçoada por outro tipo de bruxa, o trato é simples: elas lutam na guerra dele e levam um brinde que pode ajudar e muito em sua própria guerra. Por mais que eu tenha achado os capítulos dela meio pombo, confesso que a evolução da personagem foi bem legal, acompanhar uma a visão de alguém que é inteiramente cruel e sem coração foi uma experiência válida. Sinto que a bruxa vai ter um grande destaque nos próximos livros. 







Quase não temos capítulos narrados pelo Dorian, mas quando temos percebemos que aquele príncipe do primeiro livro não existe mais, ele está tentando lidar com sua recém-descoberta magia, se sente sozinho e confuso, além do medo de ser descoberto. Eu já gostava dele, mas nesse livro ele se provou tão leal que meu coração ficou pequeno quando o personagem sofria.  Podemos ver mais de Dorian nos capítulos narrados pela Soncha uma curandeira que tem interesse amoroso pelo príncipe, eu sei que teve um motivo para ela estar na história, MAS não vi a necessidade de ter uma narrativa no seu ponto de vista, já que todas as suas interações são com Doria e as cenas poderiam ter sido feitas pelo ponto de vista dele.


Chaol está em um dilema danado nesse livro, ele sempre foi leal à coroa e se orgulhava de ser capitão da guarda, mas com os acontecimentos de Cora da Meia-noite ele se vê dividido entre o reino e a Celaena o que coloca sua lealdade à prova. Achei muito legal os capítulos dele mesmo às vezes sendo um pouco paradinhos. Gostei de ver a luta dele interna dele, suas escolhas e no fim Chaol me surpreendeu ainda mais e ganhou vario pontos a seu favor.


A melhor narrativa sem dúvida vem da nossa assassina, é com ela que entendemos melhor a magia e o mundo feérico, essa foi uma parte bem explorada e explicada pela autora, como eu disse nas resenhas anteriores Mass sabe com maestria introduzir elementos aos poucos e destaca-los quando necessário. Celaena fez um trato com sua tia rainha dos féericos para que consiga as respostas que precisa, mas para isso terá que treinar com o Rown (um imortal) a fim de controlar sua magia e ter permissão de entrar no reino féerico. O começo é bem difícil, mas conforme Celaena vai aceitando as coisas que aconteceram com ela e abraçando seu passado vai evoluindo no treinamento e se tornando quem nasceu para ser. Eu particularmente amei conhecer todo o passado dela, muito do que ela é hoje se deve ao que ela foi quando criança e para que seus objetivos sejam alcançados ela precisa matar Celaena e trazer Aelin de volta a vida e meus amores é lacre atrás de lacre. O que realmente dá movimento a trama é o mistério dos “seres do mal”, não poso falar muito a respeito para não entregar nada, só adianto que essas partes são assustadoras e tem um grande propósito.

Meu coração odiou Rown por muito tempo, não foi por causa das porradarias nem do seu humor insuportável, mas porque eu vi ali um shipp que eu não queria que existisse. Amei e odiei o personagem por longos capítulos, mas no final não consegui e acabei me rendendo de vez. A relação dele com Celaena não é amorosa, aos poucos eles vão construindo uma amizade, pois ele tem uma história e acaba entendendo o sofrimento da protagonista, sendo assim eles começam a se entender e se respeitar não apenas como pessoas, mas também como Guerreiros. Essa foi uma relação muito bem construída, pena que ficou claro que não vai mais existir Celaena e Chaol, por mais que eles se amem não vai bastar para suportar todas as diferenças que existe entre os dois, é nesse momento que Rown entra, sua semelhança com Celaena e essa relação tão bem construída deixa implícito que entre os dois pode vir a acontecer algo mais e mesmo que isso me aperte o coração é impossível não shippar o casal que aos poucos vai se formando diante dos nossos olhos.




Assim que passamos para a PARTE DOIS sentimos a mudança na narrativa. É palpável o amadurecimento tanto da Celaena quanto da trama como um todo. Eu gostaria MUITO de falar da parte dois em detalhes, mas não quero estragar a história para vocês, então vou me limitar dizendo que tem muita ação, alto conhecimento, perdas insuperáveis e cenas de tirar o fôlego, o livro tem alguns plot twist e por causa disso foi necessária uma atenção especial na hora da leitura. Sarah abriu mão de trabalhar o romance para dar destaque individual aos personagens e isso deu muito certo.  Herdeira do fogo é um livro mais tenso e bem trabalhado. O final me deixou de boca aberta, coração na mão e morrendo de curiosidade, sendo assim eu vou ficando por aqui me despedindo de Celaena e dando boas-vindas a Aelin, estou ansiosa para ver o que aguarda à assassina/princesa e rainha, mas já sinto que lágrimas vão rolar.

Nota: A protagonista só pode ter problemas e múltiplas personalidades ou ser uma atriz maravilhosa, porque a bichinha usa inúmeros nomes e para mim cada nome exige uma personalidade diferente, coisa de louco isso.



Espero que vocês tenham gostado da resenha, ficou um pouco maior do que eu esperava e menor do que eu gostaria, mas deu para passar o quanto esse livro é maravilhoso. Me contem nos comentários quais são as expectativas de vocês e para quem já leu a opinião sobre esse terceiro livro.

Classificação: 5 estrelas

PS: Percebi que falei muito e no fim esqueci de dizer que a leitura não foi cansativa, muito pelo contrário, achei bem fácil e intrigante. A apresentação do livro está com a mesma qualidade dos anteriores, essa não é minha capa preferida, mas ainda é muito bonita.  Era só isso mesmo.

Beijos e até a próxima!





16 comentários:

  1. Olá, tudo bom? :)
    Concordo em tudo contigo! Eu era apaixonada pela Celaena até ela ter se tornado Aelin, a rainha poderosa lacradora hahaha ai agora sou louca pela Aelin. Mas acho que, ela evoluiu muito mesmo nesse livro e no 4, fica ainda melhor. O 5 então, nem se fala, é maravilhoso demais! Sou fã dessa série e dessa autora. Espero que você goste dos próximos livros.
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii linda tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse menina, eu não sou muito chegada nesse tipo de livro e sei que não me encantaria tanto assim, ótima resenha e lindas fotos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá. Tenho muita vontade de ler essa série, tem um grande fandom no twitter e sempre fico curiosa pra saber se essa é mesmo uma história emocionante. Adorei as quotes e fiquei intrigada, querendo saber mais sobre como a autora desenvolve esses elementos que coloca na narrativa. Anotei a dica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu ainda não li essa série, é até vergonhoso falar pois já vi inúmeras resenhas e sei que muita gente é apaixonado por ela. Já li outros livros da Sarah e gostei bastante da forma como escreve e desenvolve suas histórias. Essa coisa de múltiplos nomes deve ser bem estranho, mas acredito que ajuda a complementar o emaranhado que é essa aventura.
    Dica anotada!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li os livros dessa série, mas morro de vontade. Acho as capas lindas, bem parecidas, mas lindas e também não acho essa a melhor. Eu gostei de ver a sua opinião sobre o livro e da sua sinceridade também. Eu espero ler em breve e matar a minha curiosidade

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar muito bem desses livros mas nunca tive a oportunidade de ler, me encantei por sua resenha e vou colocar na lista para dar uma oportunidade para ele. Dica anotada

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Já ouvi falar bastante dessa série e quase baixei Throne of Glass, mas fiquei com receio de começar não gostar e perder meu tempo. Não li resenhas sobre essa série pelo menos que me lembre,agora minha curiosidade voltou lendo a sua.
    As capas são lindas, lindas!

    ResponderExcluir
  8. Tenho um super pé atras com essa série por causa dos romances que aparentemente ele tem. Uma amiga minha me contou e eu fiquei tipo "pq sem or", o hype dele passou e pra mim também. Mas quem sabe?
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  9. Thaysa, as capas sempre chamaram minha atenção, mas acredito que não tenha investido na leitura pelo fato de ter livros sequenciais, mas lendo sua resenha fiquei fascinada e instiga a ler pelo enredo e muito fortemente pelo fato de ter bruxas e magia e essas coisas que simplesmente amo.
    Você fez uma resenha limpa, objetiva e cativante, parabéns!

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  10. oieee
    infelizmente não me atraiu dessa vez, já tinha visto a obra e já ouvi falar mas nunca despertou meu interesse mesmo, fica pra próxima
    beijoooos

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu li o primeiro livro dessa série, e gostei muito! A escrita da Sarah é incrível, e também concordo com você, pois a escrita dela não é cansativa, é bem fluida. Esse livro está na minha meta de leitura, espero ter a oportunidade de ler em breve e gostar bastante assim como você.

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ola, eu tenho muito vontade de ler essa série da qual o livro faz parte. Pela sua resenha. esse volume parece ser bem intenso, quando a gente gosta de um livro sempre tem algo a mais a dizer e a resenha só vai crescendo, rsrs.

    ResponderExcluir
  13. Oi.

    Essa série é uma das minhas queridinhas. Não me canso de dizer o quanto eu a amo, o quanto sou fã da Sarah. Já li todos os livros da série e estou roendo as unhas de ansiedade pelo próximo livro, o que vai demorar um pouco para sair. Ainda bem que este ano tem a outra série da Sarah, Corte de Asas e Ruínas, para fazer com que eu fiquei menos desesperada.

    ResponderExcluir
  14. Oie amore,

    Essa série ainda não me chamou a atenção a ponto de querer ler sabe... quem sabe num outro momento da vida!
    Mas gostei bastante de sua resenha!


    Beijokas!

    ResponderExcluir
  15. Acho a leitura de todos os livros dessa série bem fácil, já que sou completamente puxada pra dentro da história. Sou fã da autora e fico chocada com o jeito que ela consegue me fazer pensar que aquilo é o melhor, o que precisa acontecer... Tipo os relacionamentos da Celaena... Embarquei em todos, torci por todos, mas sempre que muda o par amoroso dela eu fico sem entender como achava que o anterior que era o certo... Rs...

    ResponderExcluir
  16. Oi Thayza, sua linda, tudo bem?
    Pelo o que percebi na sua resenha os personagens passam por vários conflitos e situações difíceis que podem mudá-los ou não, que podem forçá-los a tomar decisões igualmente difíceis. Sou louca para ler essa série, estou esperando sair todos e ter uma boa promoção, risos.. Sua resenha ficou ótima!!!
    bejinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garotas Devorando Livros - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo