Sabe aquele livro que te faz ter inúmeros momento reflexivos, te faz sofrer e ainda sim te faz sorrir? O Silêncio das Águas é um destes livros. Nesta maravilhosa história conhecemos Maggie e Brooks e aprendemos que o amor é a força motriz da vida!


Sinopse:Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?

Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Páginas: 352

     Neste livro somos apresentados a Maggie May e acompanhamos sua trajetória durante quatro momentos de sua vida: as seis anos, aos dez, aos dezoito e aos vinte oito. Até os seis anos Maggie vivia sozinha com seu pai até que ele se casa  a leva para morar em uma nova cidade com sua nova esposa e seus dois filhos: Calvin e Cheryl. Acontece que Calvin tem um melhor amigo, o Brooks, e é ai que a nossa história começa.
     Brooks é um garoto muito doce que desperta a atenção da Maggie e por conta de uma paixão precoce, a garota alegre e espevitada decide que ele é o homem de sua vida. Todavia, entre planejamentos para o futuro, temos um acontecimento que muda a vida de todos, principalmente a de Maggie, deixando - a muda e reclusa. Brooks então, passa a assumir um papel fundamental nessa história, ele passa a ser a ancora de Maggie, a amparando, confortando e ouvindo mesmo ela não dizendo nada.
     O que foi esse livro? Muitas vezes me peguei chorando pois é impossível não se emocionar com as situações vivenciadas pelos personagens. Podemos ver ao longo da história a relação que os protagonistas e todos ao seu redor tem com os livros e eu adorei isso. O fato da Meg estar sempre rodeada por livros e fazer alusões frequentes a eles acabou me trasportando para mas perto da personagem. Além disso, os livros servem de ferramenta para o crescimento dos personagens.

       "Uma pessoa nunca relê um livro excepcional e segue em frente  com as mesmas crenças. Ele sempre surpreende e desperta novas ideias, novas formas de olhar para o mundo, não importa quantas  vezes as palavras foram lidas"


    E não são apenas os livros que tem grande destaque nesse livro, a música também tem um papel fundamental na formação dos personagens. Brooks é músico e utiliza da mesma como forma de se comunicar com a Maggie.
    Apesar de ter ocorrido um grande fato que acarretou em sérias consequências para os protagonistas, o livro foca no romance dos dois e este foi um ponto que me incomodou. Ao longo da leitura pouco se fala sobre o que ocorreu com a Maggie e quase nada é feito para descobrir o que de fato ocorreu. Se isso foi feito, a autora não deixa claro. O clímax da história também não teve o destaque que eu esperava, acredito que o assunto em questão poderia ter sido mais explorado.
     Entretanto este livro ainda sim me agradou bastante. É uma história de superação, fins e recomeços, encontros e desencontros, perdão... amor"

"Naquela noite, entendi algumas coisas sobre a vida. As vezes, a chuva era mais prazerosa que o sol, a dor era mais satisfatória que a cura e as peças de um quebra cabeça eram mais bonitas quando estavam espalhadas."
  Este é o livro perfeito para aquela pessoa que quer uma leitura que prenda e emocione. E você já leu este livro? O que achou?

Classificação:



Deixe um comentário