Já imaginou se o que você mais gostasse de fazer se tornasse uma frustração?

Pedro Rocha é um policial e investigador, e ele era feliz em sua profissão pois fazia o que mais gostava. Era admirado pelo excelente trabalho que prestava, ele conseguia solucionar os mais complicados casos. Até que um dia sua paixão se transformou em pesadelo, e iniciou um período de conturbação em seu emprego.

Sinopse: Uma série de estranhos assassinatos assola a cidade de São Paulo. E no centro dessas misteriosas mortes está o investigador Pedro Rocha, um policial brilhante, mas com uma reputação perturbadora. Conhecido entre seus colegas por seu comportamento violento, transgressivo, imaturo e imprevisível, Rocha sempre resolveu as coisas sozinho e do seu jeito. Tudo muda quando um homem denominado Assassino da Cruz começa a aterrorizar a população com crimes hediondos e, aparentemente, inexplicáveis. A primeira de suas vítimas é um juiz conhecido nacionalmente por escândalos de corrupção. Ele foi encontrado em seu apartamento com o corpo dilacerado, pregado na parede de ponta cabeça e com os braços abertos em forma de cruz. Seu peito foi rasgado e seu coração foi arrancado. E em meio a toda aquela violência, um nome foi escrito com sangue na cena do crime: PEDRO ROCHA. 

Autor: Matheus Prado
Editora: Maori Books
Páginas: 154 

O dia parecia normal, Rocha aproveitou seu horário de almoço para ir até o banco e pagar umas contas, o que ele não esperava é que aquele dia, àquela hora e naquele banco, sua vida viraria de ponta a cabeça.

Um assalto
Um disparo
Vários disparos
Algumas mortes e algumas vítimas
Alguns culpados e o considerado o maior culpado: Pedro Rocha.

Rocha sabia que se não agisse, muita gente acabaria morte. Ele atirou primeiro. Um tiroteio se iniciou e a polícia invadiu.

Por ordens superiores, Rocha foi afastado de suas atividades como investigador e passou a executar serviços internos e administrativos. Ele passou anos inconformado, mal trabalhava, chegava atrasado quase todos os dias e ainda se “afundava” em bebidas.

Após quatro anos, foi convidado a voltar a executar as suas antigas funções, pois um terrível crime havia acontecido e obviamente, o único capaz de desvendar os terríveis mistérios por trás de toda aquela cena de terror era Pedro Rocha.

Ele recebera um grande presente. Estava de volta ao DHPP, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoas, algo que achava impossível até aquela manhã. Isso, por si só, já compensava qualquer coisa.

Agora, Rocha tem uma missão quase impossível de descobrir quem é esse serial Killer por trás de assassinatos cruéis e medonhos, e ainda por cima entender o que o nome dele tem a ver com todos aqueles crimes.




Caro leitor, se vocês gostam de um bom mistério e romance policial, o Assassino da Cruz deve ser a sua próxima leitura. O autor Matheus Prado já tem a minha admiração. Ahhh, e quem quiser conhecer mais sobre PEDRO ROCHA, segue a página do Autor (http://policialrocha.com.br/), lá está disponibilizado inclusive o primeiro capítulo de “O Assassino da Cruz”.

Classificação


Este e-book foi disponibilizado pelo autor em parceria com a ABERST.

16 Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Eu adorei conhecer esse livro, através do teu blog! Menina do céu, eu sou apaixonada em um bom livro de suspense e se tem algo a serial killer então, me apaixono.
    Pode ter certeza que vou correr agora, pra ir ler o primeiro capítulo.

    Beijinhos,
    Utopia
    www.utopiavk.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    UAU! Parece ser um enredo eletrizante! Eu mesma não consegui desgrudar os olhos da resenha por um minuto. Eu amo romance policial e nunca li uma obra nacional desse gênero. Já fiquei super curiosa por toda a história...será que o assassino é algum tipo de vingador que mata quem ele considera "do mal"? Ou ele estava no banco em que o Rocha começou o tiroteio com os ladrões? Ou perdeu algum parente naquele dia fatídico? Já tem um monte de suposições pipocando na minha cabeça kkkk
    Vou anotar aqui pra ler, porque já estou mega curiosa!

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Letícia, ao ler o primeiro capítulo fiz váaaarias peguntas semelhantes as suas. Mas eu tive que ler pra descobrir HAHAHAHAHAHA Faça o mesmo, não vai se arrepender!

      Excluir
  3. Eita minha nossa que só pela sinopse eu dei um berro! Adoreeeeeeeeeeeeeei demais! Adoro romances policias com essas temáticas meio loucas e com personagens bem feitos. Com toda certeza eu vou ler esse livro, adorei a dica!!!

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um suspense policial bastante intrigante, com certeza um livro que não deve dar para parar de ler.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Não conhecia o livro e já fiquei aqui me remoendo com vontade de ler. Sou apaixonada por suspense policial, pois os mistérios acerca de crimes, sempre conseguem prender a minha atenção e me proporcionar excelentes momentos de leitura. O livro tem uma pegada que de cara já me conquista, principalmente por causa dos assassinatos cruéis, que adoro quando são explorados. Dica anotada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que bom que gostou Alice. A história é muitoo boa, eu amei! Não deixe de ler.

      Excluir
  6. Caramba! Que massa!
    Amo suspense e estórias policiais, mistério, e esse parece ser mais uma daquelas perfeitas. Tua resenha só fez aguçar ainda mais nossa vontade é curiosidade a respeito do livro. Adorei!

    ResponderExcluir
  7. olá!
    Não conhecia este livro, com certeza é uma ótima leitura, gosto muito de um um mistério, prende a atenção e surpreende no final.
    Arrasou na resenha!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, me interessei muito em ler, vou procurar para logo iniciar a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Amei a sinopse, adoro suspense e ainda mais quando se desenvolve na cidade que vivo, é mias interessante ainda já quero ler com certeza.

    ResponderExcluir
  10. Excelente resenha, pela quantidade de páginas, deve ser um livro rápido de ler, essa mudança abrupta na trama trouxe um sabor especial.
    Emerson Lemes

    ResponderExcluir