Resultado de imagem para a natureza das coisas sinopseSinopse: A natureza das coisas é um título que revela ao esconder. Com uma trama direta, discorre a condição emocional e psicológica sem alarde. No entanto, a profundidade dos sentimentos, a intensidade das descobertas e o peso das escolhas são temas que percorrem cada linha. As atitudes de seus personagens refletem um mundo em que as aparências se igualam a sonhos. Quando acordamos, vemos quem somos e podemos seguir adiante ou optar por viver numa ilusão falha. Ao mesmo tempo em que o leitor sente empatia, encontra uma reflexão leve na superfície e tremenda no interior sobre como nos relacionamos, incluindo com nós mesmos.

Autora: Marília Passos
Editora: Labrador

Páginas: 136



Em "A natureza das coisas" somos apresentados a Luísa: uma moça do interior com sonhos da cidade grande. Com o objetivo de ser uma grande atriz, a jovem se aventura no Rio de Janeiro para tentar realizar seu desejo.

Parece história de filme, certo? Só que na maioria dos filmes mesmo quando tudo da errado, magicamente a protagonista acaba alcançando um sucesso nunca antes imaginado e "todos vivem felizes para sempre", mas Marília nos apresenta uma história pé no chão. 

Quando chega ao Rio, Luísa conhece um rapaz que se torna seu namorado, Cássio. Um fotógrafo que também está tentando construir sua carreira. Os dois moram juntos, as vezes ele precisa viajar a trabalho e até aí tudo bem, mas chega determinado ponto que alguns detalhes começam a se sobressair e nós (leitores e Luísa) começamos a questionar esse relacionamento.



Enquanto luta fazendo um teste após o outro e esbarra com inúmeras frustrações, Luísa amadurece gradualmente e vemos ela emergir de uma realidade antes um tanto romântica.

O livro é curtinho e a escrita é fluída, sendo os diálogos muito próximos do cotidiano, o que te faz ler com uma leveza maravilhosa e parece que você está sentado em um barzinho da Lapa vendo a história de Luísa se desenrolar diariamente na frente dos seus olhos enquanto você vai degustando uma bebida, mas mesmo sendo leve ele trás uma ideia profunda.

- Você já tomou picada de cobra?- Até hoje, não. Um dia, quem sabe. A natureza delas é morder. Minha avó, de quem herdei este dom de estar com bichos, dizia para eu nunca esquecer da natureza das coisas.
O título tem todo um significado que só lendo para você entender e sentir, a edição eu achei linda! Os mesmos desenhos que tem na parte de fora do livro, tem na parte de dentro só que em preto e branco. Para quem não gosta da folha branca usada em algumas obras, aproveita que a dessa aqui é amarela, super confortável de ler.









Achei muito legal algumas referências do Rio de Janeiro, como o aterro do flamengo, a escadaria selarón, alguns pontos de Santa Teresa. Tudo isso fez com que eu me sentisse em casa, mas mesmo para quem não é do Rio de Janeiro (como eu), posso dizer que o livro pode se tonar um passeio bem gostoso.

Super indico a leitura.

Classificação

d5a0c684-fb33-4fe2-bd51-312bd0e8bd1d.jpg (233×88)

3 Comentários

  1. Oi, tudo bem ?

    Não conhecia o livro, toda a proposta do livro, assim como capa e sinopse estão bastante atrativos. Saber que a leitura é fluida e ver sua nota só comprova o quanto o livro é uma ótima indicação de leitura .

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, nem a autora, mas gostei da premissa da obra! Gosto de histórias de fato realistas que tentam nos passar uma mensagem. Já imagino um pouco o que podemos esperar do namorado de Luísa.... Mesmo assim, fiquei interessada em ler o livro!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu (Yvens) sinceramente não conhecia o livro e a autora e de cara curti a capa, ficou simples e bonita ao mesmo tempo. Outro aspecto que me despertou interesse foi a sinopse que por sinal é interessante. Gostei da sua dica!
    Abraço!

    ResponderExcluir