[Salada Mista] Cinquenta Tons de Cinza


Olá gente!

            Semana que vem estreia nos cinemas Cinquenta Tons Mais Escuros, por isso, hoje eu vim falar para vocês o que eu achei do filme anterior e dos livros que deram origem aos filmes, vou ser bem objetiva, o intuito é de vocês conhecerem a minha opinião SOBRE A TRILOGIA antes da estreia do segundo filme da trilogia





Livros

Cinquenta Tons de Cinza #1 

Sinopse: Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja, mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso, os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos. 




Cinquenta Tons Mais Escuros  #2


Sinopse: Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.








 Cinquenta Tons de Liberdade #3

Sinopse: Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade,

 Fonte: Skoob



Opinião

            Todo mundo já sabe que essa trilogia é originalmente uma Fanfic de Crepúsculo, então é de se esperar que não seja lá essas coisas (não que eu não goste de Fanfics, pelo contrário), enfim, essa trilogia começou despretensiosa e causou muito de forma independente, a ponto de chamar atenção da editora e se tornar um fenômeno literário, gerando milhões de dólares.

            Eu particularmente não gostei da história, li os três livros bem rápido, pois não tem nada que precise de uma atenção extra, na verdade eu li para acabar e pronto. O que incomodou de fato foi que tinha tudo para ser uma puta história, a ideia foi brilhante, pena que a autora não soube trabalhar e ficou tudo raso, feito nas coxas e não tem nada que me irrite mais do que uma história que não é contada como deveria. Um bom exemplo é que o sadomasoquismo foi colocado ali apenas para justificar as porradas, porque a autora não explica nada, os princípios, a preparação, o ambiente, nada, absolutamente nada.

            Como se trata de uma Fanfic, temos uma overdose de Crepúsculo, eu evito ao máximo comparar, mas nesse caso fica impossível, tem trechos que são idênticos, então eu achei que faltou um pouquinho de originalidade. Mas uma coisa me agradou bastante foi a forma como a Ana foi criada, não sei se foi a intenção, mas a personagem é bem cômica em alguns momentos me proporcionando boas risadas, inclusive em horas impróprias. Já o Christian é um caso de amor e ódio, foi impossível não sentir toda a tenção que emana do personagem, mesmo com os pontos positivos, acho que  ele foi pouco trabalhado, ele é profundo sem ser, um enigma sem ser e de novo fica muita coisa no raso, coisas essas que devem ser respondidas no livro com o ponto de vista dele (oremos).


Algo muito positivo foi a forma como os dois evoluíram ao longo dos livros e a forma como tentam desesperadamente se encaixar na vida um do outro com base apenas no amor que sentem, a forma como ficou claro a diferença entre querer e precisar de algo ou de alguém. Christian aos poucos se torna mais romântico sem perder sua personalidade e Ana se torna mais mulher, mais dona de si mesma e se liberta no quesito sexo, experimentando coisas não tão convencionais, não apenas para agradar e sim para experimentar algo que pode vir a ser prazeroso.  A autora pecou em muitos pontos, mas soube trabalhar bem na “balança”, mostrando que é possível equilibrar as diferenças e se encaixar para existir em um só, ela mostrou que não precisamos ser apenas baunilha ou apenas quarto vermelho da dor, podemos nos encontrar no meio e ser feliz.

            Enfim, não foi o primeiro Hot que eu li, então eu já tinha parâmetro para comparação e muito livro de jornaleiro tem melhor desenvolvimento que toda a trilogia. O que eu mais gostei foi do segundo, para mim é o que se destaca mais, o mais original e parece que foi feito com mais capricho, esse segundo livro me ajudou muito a não abandonar a leitura, Cinquenta Tons Mais Escuros foi o melhor, mais profundo e bem escrito.

            Não vou entrar nos assuntos machismo e desconstrução, como diz minha amiga “Christian é a última gota de machismo que existe em mim” e se eu for parar e problematizar não saímos daqui hoje.

Filme
            Fui assistir Cinquenta Tons de Cinza logo que estreou, você deve estar pensando que p*** estava passando pela minha cabeça já que claramente não gostei dos livros, mas vou dar um exemplo bem básico para vocês entenderem meu lado. Sabe aquela música chiclete de carnaval? Você não aguenta mais escutar a bendita, mas não pode tocar que você canta tudo e se bobear até dança, então esse é o princípio, eu danço conforme a música e a curiosidade falou mais alto então continuem lendo para saber o que eu achei.
           
            Sendo bem sincera eu mordi a minha língua, o filme me surpreendeu de forma bem positiva, os atores escolhidos encaixaram muito bem nos seus respectivos papeis, Jamie soube dar vida ao fechado Christian e Dakota é perfeita para Ana, não consigo imaginar ninguém melhor para o papel. As cenas de sexo são bem realistas, tem nu superior e umas bundinhas apareceram, mas nada que seja muito escandaloso, me atrevo a dizer que vocês já assistiram coisa parecida em alguma novela, principalmente das 23 h. Todas as cenas de sexo foram de muito bom gosto, não ficou vulgar a ponto de me deixar constrangida, nem fantasiosa a ponto de não me fazer acreditar e as cenas no quarto vermelho foram bem interessantes. 



          Gostaria de chamar atenção rapidinho para a trilha sonora dos Deuses, tenho todas as músicas no celular e adoro, elas deram o tom certo as cenas, complementaram um todo e se tornaram marca registrada desse filme. Se algum de vocês não quiser assistir, tudo bem, mas procurem a trilha no Youtube, impossível não amar.

O filme tem suas falhas (jura?), teve uma cena em particular que me irritou profundamente, a cena é tão Crepúsculo que eu fiquei esperando o Christian falar que era um vampiro, sério, muito forçado. No todo o filme me ganhou, achei o romance bem desenvolvido, as cenas de muito bom gosto e a trilha maravilhosa, ele foi tudo que deveria ser só que melhor, não foi perfeito porque a história não ajuda, mas no fim me convenceu e agradou bastante.



          
            É isso gente, espero que tenham gostado do post. Me contém nos comentários o que acharam dos livros, do primeiro filme e se estão ansiosos para Cinquenta Tons Mais Escuros. Se quiserem assistir ao trailer clique AQUI, pois está disponível na nossa Fan page.

            Beijos e até a próxima!






14 comentários:

  1. Oi tudo bem? Eu não sou fã dessa trilogia, não gostei dos filmes mas gostei do trailer desse último filme. Não precisei assistir para entender o que se passa e a história do 3° me pareceu um pouco mais profunda. Então há uma ínfima possibilidade de eu acabar assistindo daqui uns meses quando chegar no telecine.
    Mas como sempre, sua resenha está ótima e eu nem sabia que era fanfic da Crepúsculo. Obrigada pela informação.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei muito dos livros, só achei que o filme deixou a desejar um pouco, mas vamos ver o que virá nesse novo filme. O meu livro preferido é o cinquenta tons mais escuros por ele contar um pouco mais sobre o Christian. Adorei o post.
    Beijos.
    www.dezalourenco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que era "baseado" no crepúsculo, tá aí algo que me surpreendeu! Deve ser bem bizarro, não consigo imaginar um crepúsculo assim. Bem, eu acho que sou uma das poucas pessoas que não leu, não viu o filme e/ou não está empolgada pro novo filme rs, não curto esse tipo de gênero. Quando você disse ali sobre problematizar, lembro que quando lançou o livro aquele alvoroço todo, vi em vários sites problematizando em um pontos bem legais que quase ninguém comentava e na época tive vontade de ler só pra encontrá-los também, mas nunca fui a fundo nisso rs.

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Bom dia. Acho que sou a única que não foi atraída por essa serie de livros, ouço e leio muito mas ainda não senti vontade de conhecer eles.
    Uma semana de muitas alegrias pra você!
    Beijos 😘
    Minhas Inspirações por Sara Menezes

    ResponderExcluir
  5. Olha eu gostei bastante dos livros, o primeiro filme achei um pouco fraco estou aguardando o segundo filme para formar minha opinião que ainda está um pouco duvidosa sobre essa trilogia e tem coisas que vc falou que eu concordo é uma história que poderia ter sido mais explorada

    ResponderExcluir
  6. Também acho que a ideia inicial foi brilhante mas acredito que não foi muito bem trabalhada. Li até o segundo livro mas não consegui continuar, senti um vazio na história que me desmotivou. Os filmes também não me agradaram, achei as atuações fracas, não sei se vou ver o segundo filme ja que não curti nem o primeiro livro.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Olá Thayza! Eu sabia que era uma fanfic de Crepúsculo, mas não imaginava que lembrava tanto em algumas partes (eu ainda não assisti nem li, mas a vontade está grande). Eu pensava que as cenas de sexo eram mais pesadas, fiquei mais tranquila agora para assistir haha
    Beijokas
    http://otomescriativas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Eu amo os livros! principalmente por essa pegada mais fetichista. Mas nao gosto muito do filme, achei meio baunilha. Só li o 1°, estou louca atras dos outros rs...

    ResponderExcluir
  10. Lembro que tinha uns 11-12 anos quando descobri que tinha uma fanfic sexual de Crepúsculo, fiquei louca pra ler mas não tinha idade, agora que tenho não me interesso por essa história hauhaua mas gostei muito de como você montou o post, e falar sobre filmes que vão estrear de modo abrangente é sempre bom pra atrair público! Tb me amarrei na sua escrita e no layout daqui, parabéns e beijinhos ^~^

    ResponderExcluir
  11. Oi linda tudo bem? Adorei saber mais sobre os livros. Eu imaginei que fosse baseado em crepúsculo quando assisti o primeiro filme heheh nunca li, mas é o meu próximo livro da lista de leitura. Estou super ansiosa para o próximo filme, tem gente que critica por ser muito sexual o filme, mas mesmo assim adoro (só não tenho coragem de ver perto dos meus pais, apesar de ter 20 anos kkkkk). Beijossss
    gabrielavenuto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Acho essa trilogia muito ousada. Ainda não tive coragem de assistir o filme e nem ler os livros. Me disseram que nem é tudo isso, que era mais preconceito das pessoas mesmo. Será verdade? Gostei demais da sua resenha, me fez pensar em ler. Quem sabe um dia eu compro os meus né? Amei o blog. Beijos!!! ❤

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que era um fanfic de Crepúsculo ,amoo crepúsculo .Já ouvi outros comentários nesse assunto,mas nunca tive curiosidade em ler os livros ou assistir o filme.Parabéns pelo blog !

    ResponderExcluir
  14. Olá, Confesso que não gosto da franquia, e não me interessou os livros. Até porque também não curti Crepúsculo, nem livros, nem filmes. Mas depois do seu excelente post e de saber que era originalmente uma Fanfic ( Amooo fanfics hahaha' ) quem sabe eu dou uma chance para o filme. Mas valeu pela dica!
    Abraços e Sucesso!
    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garotas Devorando Livros - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo