[Resenha] Todo Dia - David Levithan


Olá galera,


O cardápio de hoje é um dos meus queridinhos da vida!! Confira comigo a resenha de


Todo Dia – David Levithan.



Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrarem a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.



Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 280 


                A história é muito bem construída e surpreendente a cada página, não sei vocês, mas eu não tinha a menor ideia do que poderia acontecer no final. Mesmo com a minha super imaginação fértil, tive varias ideias mirabolantes mas nenhuma delas chegou perto do que foi o verdadeiro final (não, eu não vou ser spolhuda e contar pra vocês).


A premissa do livro é muito original. Achei a ideia e a forma que ela foi abordada      G-E-N-I-A-L!! Porém senti uma pequena semelhança com a Hospedeira, mas do contrário dela. A “possessão” dos corpos feita por A só dura 01 dia e é involuntária. Ele não se lembra de um antes por exemplo, ele sempre viveu assim, passando de corpo em corpo sem nunca ter um próprio.



           Esse livro me fez pensar sobre muitas coisas e, sobretudo, no amor, até onde você pode ir por amor, até onde é aceitável você mudar a vida do outro… A obra superou todas as minhas expectativas.



        Os conflitos de A, todos os seus princípios, ele tem como regra geral, NUNCA interferir nos corpos que ele possui até que ele encontra a Rhianon e repensa sobre tudo isso. A experiência da passagem de corpo são narradas de forma tão real que até eu fiquei agoniada quando ele estava no corpo de um usuário de drogas, por exemplo, sentindo a abstinência de algo que ele nunca consumiu..


        Gente, preciso falar sobre o A, que apesar do pronome masculino não possui sexo definido. Ele é simplesmente A. Sem rótulos e sem julgamentos. Assumo que precisei ler 02 vezes a parte em que ele dizia que o outro “amor” da vida dele tinha sido um homem. Só aí que ficou totalmente clara para mim essa duplicidade de gêneros.

          Ps.: Em inglês os textos em 1ª pessoa não se diferem dos gêneros dos adjetivos. Ou seja, ele pode falar no masculino ou no feminino que não vai haver diferença.

Já no Brasil nós não conseguimos ter essa duplicidade, ou seja, a tradutora teve que escolher o modo que classificaria A, o gênero que ele falaria de si, escolhendo assim o Masculino, diferente do original. Quando o livro começa, conhecemos outra Rhiannon, com uma personalidade beeem diferente da que ela adquire no final do livro. Ela se torna mais corajosa, mais decidida, mais falante e até mais feliz! Ela soube se adaptar às diferentes fases do livro e da vida dela.


        
           Assim que terminei de ler o livro descobri que ele tem uma sequencia. O livro 1 na versão da Rhiannon, em seu ponto de vista. Como Todo Dia deixou algumas brechas, em minha opinião, espero que este novo livro nos esclareça um pouco mais e nos deixe demorar mais um pouquinho dessa história. Nem preciso dizer que estou louca para ler Outro Dia né?

Beijos e até a próxima!



16 comentários:

  1. Parece uma história bastante original, fiquei curiosa para ler. :)
    http://livrosepapel.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Ainda não consegui ler esse livro, mas a curiosidade é grande. Sempre leio alguns quotes desse livro e penso que são profundos e as vezes incríveis.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Não conhecia o livro e fiquei super curiosa para saber mais sobre essa história. Parece ser muito interessante.
    Quero muito ler esse livro.
    Parabéns pela resenha.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é muito diferente, eu fiquei encantada com a leitura e quero muito saber o que acontece depois. A é uma personagem única, singular, não há nem como definir.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  5. Já vi esse livro por aí diversas vezes, mas nunca parei pra ler sobre o que realmente se tratava. A premissa me interessou muito, agora fiquei curiosa pra ler.
    Sua resenha ficou ótima e ainda descobrir que o livro tem continuação!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda no aguardo tinha ouvido nada sobre o livro, mas como vc disse, a premissa é G-E-N-I-A-L. Já entrou pra lista de desejados. Ah, tbm amei os quotes.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Esse livro já está na minha lista há algum tempo. Adorei sua resenha e pelo que posso concluir a narrativa é muito bem elaborada. Amei os seus quotes.

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante da premissa desse livro! Assim que tiver tempo vou procurar fazer sua leitura.

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Já li resenhas lindas, assim como a sua, sobre esse livro. Já tenho ele na minha lista de desejados já algum tempo, mas não tive a oportunidade de ler ainda.
    Mas olha, acho que as resenhas fazem mais jus à história mas a sinopse não. Se eu ficasse só na sinopse acho que não teria tanto interesse em conhecer a história.
    Enfim, eu quero muito ler esse livro.
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Olá, Camila.
    Esse livro parece ser ótimoooo, os livros do David são super recomendados e eu tenho uma enorme vontade de conhecer a escrita dele.
    Só de você citar que o livro tem semelhança com A Hospedeira me deixou com uma enorme vontade de ler o livro, haha.

    ResponderExcluir
  11. Oiee, ainda não li nada do autor, mas me recomendaram este várias vezes.. tenho vonta de de ler sim, mas ainda to enrolando vai saber neh?

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oii
    Adorei a premissa do livro, bem original. São livros assim que estou procurando, já estou meio cheio de romance água com açúcar sem pé nem cabeça, rs

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Td bem
    Apesar desse livro apresentar uma temática bastante diferente, porque nunca vi nada parecido, não sinto muita vontade de lê-lo, quem sabe um dia, né?!Porque se te fez ri e reletir ao mesmo tempo deve ser uma leitura muito válida.

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Meu primeiro contato com o autor foi através desse livro, e eu amei cada minuto da leitura.
    A ideia é realmente genial e o enredo muito bem elaborado e criativo. Concordo quanto ao desfecho, mas ainda não li o livro sob o ponto de vista de Rhiannon.

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Oiee Camila ^^
    Esse foi o primeiro livro do David que eu li, e foi com ele que me tornei uma fã...haha' o segundo livro é mesmo incrível, mas, pelo o que me lembro, não amarra todas as pontas que ficaram soltas aqui, só nos traz o ponto de vista da Rhiannon. Ainda assim, espero que goste ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu confesso que ainda não li nada desse autor e tenho uma curiosidade em conhecer a sua escrita. Gostei do livro e do enredo. Fiquei curiosa para conhecer A todas as suas experiências que ele vive.
    Amei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garotas Devorando Livros - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo