Você está sendo convidado (a) para um casamento.
E a sua presença está mais que confirmada...

Um sonho, um casamento e um crime.

Suspense e romance policial tem tudo a ver não é mesmo? Sou fã de leituras desse gênero, e a de hoje é um tanto surpreendente.

Para a família e amigos, Diana e Plínio era o típico casal que se separariam em meses, pois eram o oposto um do outro, ainda assim, o casal resolveu levar essa história ao altar.



Sinopse - Para os noivos é o dia mais importante de suas vidas. Meses atrás, os amigos diriam que o namoro de Plínio e Diana tinha prazo de validade. Eles se conheceram de um jeito bizarro, pensam completamente diferente e nenhuma das famílias aprova o relacionamento. Mas eles resistiram a tudo. E agora vão se casar. Para o detetive é a melhor chance de pegar um criminoso. O mais íntegro dos convidados esconde um segredo devastador. Mas alguém sabe e está disposto a espremê-lo com chantagens. É então que o detetive Conrado Bardelli se hospeda no hotel-fazenda onde ocorrerá o casamento. Ele precisa descobrir o lobo entre as ovelhas. E rápido. Pois, a cada nova ameaça, o chantagista eleva o tom e falta pouco para a bomba explodir. O casal está pronto para o sim. A noiva se prepara para caminhar pelo tapete vermelho. Até que alguém diz: não saia do carro! Enquanto a plateia espera ansiosa em frente ao altar, algo brutal acontece na antessala. Só quando veem as paredes lavadas com sangue é que os convidados se rendem ao desespero. Começa uma confusão para interromper a marcha nupcial e chamar a polícia. Ninguém sabe o que fazer. E Bardelli, que lidava com um caso de extorsão, descobre que se meteu em algo muito pior. Agora, ele é o único capaz de encontrar respostas. O problema é que as mortes não param de acontecer...



Autor(a): Victor Bonini
Editora: Faro
Páginas: 368


Já pronta para entrar na igreja, Diana é orientada a nem sair do carro, pois acabará de acontecer um crime dentro da igreja. Daí pra frente os capítulos são contados de forma que possamos conhecer melhor os protagonistas e divide o livro em 4 partes: A solenidade, Arrumação, Felizes para sempre e Até que a morte os separe, respectivamente.


Amigo do pai da noiva e também contratado para investigar quem estava por trás das chantagens que rondavam um dos convidados, após o ocorrido (o assassinato) o detetive Lyra estava com mais um caso a ser investigado, e a cada capítulo parecia que tudo interligava uma coisa a outra.

“Nada daquilo, aliás, se parecia com um conto de fadas. Quanto mais Lyra conhecia os convidados, mais se deparava com o lado podre daquela gente. Não era por se tratar de um casamento que as coisas tinham de parecer um sonho.”

EU SONHEI COM ESSE LIVRO! Simplesmente porque eu não parava de tentar encaixar as peças do quebra cabeça, o que não adiantou pois eu errei feio HAHAHAHAHAHA. Todo mundo parecia suspeito, eu até cheguei as minhas conclusões, mas o autor me surpreendeu!

Mil agradecimentos ao Victor Bonini, eu adorei a sua escrita e COM CERTEZA quero conhecer outras obras de sua autoria. E essa capa maravilhosa? Só não conseguiu superar a gramatura das folhas, me deu vontade de guardar o livro num potinho! E gostaria de destacar o meu preferido da vez: Conrado Bardelli (o detetive Lyra), só porque eu adoro os detetives de qualquer história.

“Uma coisa é aceitar uma verdade. Mas suspeitar é outra coisa. É involuntário. Automático como perceber que você ama alguém. De repente, você nota que alguma coisa não encaixa. E o seu cérebro faz o resto. O seu coração pode escolher ignorar aquilo, tudo bem, mas calar o cérebro é matar a razão.”

A leitura é extensa, e eu poderia escrever inúmeros relatos, destacar diversos personagens e contar muito mais coisas pra vocês. Mas quem conhece as minhas resenhas, sabe que eu não conto muita coisa porque senão perde a graça né! Assim como os autores de suspenses, assim como Victor Bonini, eu gosto de deixar vocês curiosos e com vontade de ir até o fim em cada história. E cá entre nós, “O Casamento” é hipnotizante. Vocês vão amar!


Classificação

Um Comentário