Olá Galera!

            A resenha de hoje é sobre o primeiro livro da série Estilhaça-me. 

            Querem saber o que eu achei? Continuem lendo e confiram!!

Sinopse: Tenho uma maldição(Tenho um dom)
Sou um monstro(Sou sobre-humana)
Meu toque é letal(Meu toque é poder)
Sou a arma deles(Lutarei contra eles)
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira.

Autora: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304



Estilhaça-me é o primeiro livro de uma trilogia, nesse primeiro livro somos apresentados à personagem principal Juliette e ela possui um dom incomum, seu toque é letal e por causa disso ela encontra-se presa. Quando eu li a sinopse fiquei um pouco confusa sobre o dom dela, mas com o passar do livro nos é explicado sobre ele, o que ele causa, quando começou e o porquê dela estar presa…
Então, se você começou a ler o livro agora e está confuso, relaxa que tudo é explicado!


Eu adorei a forma que o livro é escrito, no ponto de vista da personagem principal, com as suas alucinações, pensamentos e suas repetições. Elas são demais! Dá um toque mais humano à narrativa, as frases são geralmente são repetidas 03 vezes, mas ela já chegou a repetir a mesma frase 1 página inteira! Mas calma gente, isso tudo é justificado no livro, ela estava enclausurada por QUASE 1 ANO!! Se eu já tenho agoniazinha de ficar sozinha em casa um dia imagina um ano, um ano inteiro ficar sem qualquer contato com alguém… SIM, isso é enlouquecedor…

O livro se trata de uma distopia, baseado num futuro “não muito distante” INFELIZMENTE. O mundo se encontra em colapso por conta dos abusos que ele vem sofrendo do ser humano.



Eu já tinha lido outras distopias, mas uma que se destaca é A Hospedeira, por isso que achei Estilhaça-me parecido com A Hospedeira. Ainda mais no final… (sem muitos spoilers *-*).

Adorei as transformações de Juliette, com o passar do livro ela fica mais confiante, mais divertida e o mais importante, mais sã (kkkk). Eu não gostei muito do Adam, ele parece um mocinho muito perfeito pro meu gosto, acredito que nos outros livros ele vá sofrer algumas modificações. Será que o Warner conta algum podre dele no livro Destrua-me? (este é o livro narrado pelo Warner, nosso vilão).

É, me julguem… Eu meio que gostei do vilão da história, o Warner, SIM, ele é louco de pedra e NÃO eu não queria que ele ficasse com a Juliette mas eu gostei da MANEIRA que ele foi construído com seus momentos bipolares… Enfim, a autora arrasou na construção dele.


Eu sempre gosto de falar dos personagens secundários e um ponto alto desse livro é o Kenji, o amigo do Adam, ele é muito divertido, me fez rir em vários momentos, espero que ele seja melhor aproveitado nos outros livros.

Esse foi o primeiro livro da Tahereh Mafi, e vou te falar, minha filha ela já começou causando!!  Me deu uma suuuuper vontade de procurar correndo outros livros dela, assim que eu devorar mais um da série venho aqui contar para vocês.

E vocês? Já leram alguma distopia?
Já leram Estilhaça-me ou algum dessa série? Conte-me nos comentários.

Beijos e até a próxima resenha,

10 Comentários

  1. Olá Camila!

    Essa distopia parece ser uma história e tanto! Realmente na sinopse ficou um pouco confuso como é esse dom da Juliette. Ainda mais confuso quando você disse que ela fica repetindo as frases, acho que não conseguiria dar andamento da leitura rs
    Mas que bom que depois tudo é explicado!!!
    E super te entendo, eu também sempre acabo me apaixonando pelos vilões kkkk

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, tudo bem?

    Já ouvi muitas pessoas falando desta série, mas ainda não tive o prazer de lê-la. Sou apaixonada por distopias, já li algumas que estão no meu coração. Fiquei curiosa para saber mais sobre esse dom e o fato dela ficar repetindo frases, quero ver como isto funcionou dentro da narrativa.
    O fato da personagem ir ganhando mais forma durante o enredo e tendo mais personalidade, me deixa ansiosa. Também fiquei querendo saber mais sobre o vilão, adoro quando eles são bem construídos. Fiquei muito curiosa e agora já quero ler a obra.
    Vai para a minha listinha. Amei a resenha!

    beijos!

    ResponderExcluir
  3. NOSSA COMO EU AMO ESSA SÉRIE! Não sei se você sabe flor, mas a autora resolveu estender a trilogia, agora é uma série mesmo. O quarto já saiu (e é tão bom quanto os anteriores), o quinto vem aí ano que vem e parece que vai ter mais um depois dele ainda. Ou seja, muita leitura boa!

    Eu também me encantei com a escrita da autora. As frases sem pontuação pra indicar a ansiedade dela, as cortadas porque ela não tinha coragem de falar ou sequer pensar aquilo, e claro como você falou, as repetições, porque ela não estava muito bem da cabeça né. Concordo sobre o Adam. Eu gostei dele quando li esse primeiro, nada contra, mas tipo não me conquistou e não comprei esse amor todo dele pela Juliette não... Me pareceu forçado demais, "conto de fadas" demais, e não curto casais assim. Sem contar que a Juliette claramente não estava em condições de conhecer seus sentimentos, ela só se agarrou à possibilidade de ter um relacionamento normal, já que podia tocá-lo. E Warner, Warner... Vou falar muito o que acho dele não pra não te dar spoilers, mas ele é um vilão incrível. Já o Kenji me irritou horrores nesse livro, não achava engraçado, achava mega forçado mesmo. Mas ele foi me conquistando no decorrer da série, hoje é um dos meus personagens favoritos inclusive <3

    Espero que leia logo as continuações, e que poste as resenhas por aqui pra irmos conversando mais sobre essa história maravilhosa!

    ResponderExcluir
  4. Então, achei a premissa bastante interessante, viu? Fiquei genuinamente curioso com a origem desse poder dela e interessado com esse mundo caótico. Sua resenha é boa e sem spoilers, isso é muito importante! Gostei!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bem?

    Sempre quis ler essa série, acho a proposta deste livro muito interessante. Acho que já não será mais trilogia, li em algum lugar que terá mais livros, só não sei quando vai ser lançado. Esse é meu medo: essa trilogia parece de sucesso, quando começa a estender mais a coisa, às vezes, acaba estragando.

    Bjão.
    ~ Diego França|
    |Blog Vida & Letras ~
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum dessa série mais já achei bem interessante , muito curiosa para saber o que ela faz com esse dom ... vou marcar esse para minhas proximas leituras!

    ResponderExcluir
  7. Li algumas distopias, mas descobri que não são meu forte. Eu também costumo gostar dos vilões rara
    Quem sabe eu ainda tento colocar está na minha lista. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Eu curto muitos livros de distopia que é um dos subgêneros da ficção científica, mas confesso que nunca li "Estilhaça-me", achei bem interessante a sinopse e principalmente a sua resenha. Dica anotada!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a autora e nem o livro. Gostei da proposta dele e já coloquei na lista. Me pareceu o tipo de leitura que eu adoraria ter.

    ResponderExcluir
  10. Olá, eu adoro ler distopia do tipo Admirável mundo novo, quando li o inicio da sua resenha, já fiquei muito curioso de ler este livro. Livros com previsões catastrofísticas de um futuro "não muito distante" é uma ótima leitura e eu sou muito fão, ainda mais quando trata de contextos sociais. Adorei a resenha! Abraço.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...