Olá meu povo!

            Minha resenha de hoje será sobre o livro “E o vento levou” da autora Margaret Mitchell. Você com certeza já ouviu falar nesse livro ou no filme de mesmo nome e com certeza já ouviu a música tema do filme, ela é até hoje vista como um clássico romântico. Bem, vamos à história?


E o Vento Levou

Sinopse: Um relato apaixonante sobre a guerra civil norte-americana, a aristocracia sulista que ela abala e transforma, e a coragem de uma mulher que nunca se deixou vencer. Conheça a linda e tempestuosa Scarlett O Hara e o irresistível Rhett Butler, que a ama ao longo de todas as suas provações. Conheça a doce Melanie, o honesto Ashley Wilkes e os muitos outros personagens que habitam a esplendorosa fazenda Tara. Leia a história de amor que já emocionou milhões de pessoas no mundo inteiro, imortalizada na tela pela beleza de Vivian Leigh e o charme de Clark Gable.







Autora: Margaret Mitchell
Editora: Bestbolso (Existem outras edições)
Páginas: Volume I: 528 - Volume II: 512



                  O livro se passa no sul dos Estados Unidos durante a sangrenta Guerra Civil Norte-Americana que aconteceu entre os anos de 1861 e 1865. A guerra Civil Norte-Americana foi o conflito entre os governos Sulistas e Nortista para determinar a  situação de escravidão nos Estados do Sul, situação essa que era inaceitável para o governo Nortista. O livro conta a história  de Scarlett O'Hara a linda filha mais velha do casal O’Hara, acostumada a ter tudo e todos aos seus pés e como a vida dela é virada de cabeça para baixo devido à essa guerra. Como deve ter ficado claro pra vocÊs até mesmo com a leitura desta pequena introdução Scarlett é mimada e extremamente vaidosa o que a torna odiável em alguns momentos, mas ao longo do livro sua persistência e inocência vai cativando o leitor. Além de Scarlett e de sua família o livro está repleto de personagens apaixonantes e fáceis de pegar ranço. E tem o Rhett Buttler, o canalha que você se apaixona um personagem tão “cebola” (cheio de camadas) que em alguns momentos te faz chorar, seja de tanto rir ou de tristeza mesmo. XD
























                        Acho que é importante dedicar um parágrafo à como esse livro surgiu já que a história não é muito convencional: Conta-se que Margaret Mitchell machucou o pé e teve que ficar “de molho” por um bom tempo e seu esposo passou a trazer para ela livros da biblioteca para que Margaret não ficasse sem nada o que fazer. O problema foi que Margaret não demorou a ler todos os livro da biblioteca. Seu marido deu então a cartada final “se já leu todos os livros talvez seja a hora de escrever o seu próprio” e não é que Margaret gostou da idéia?! E eis que nasce uma obra prima, depois de nada mais, nada menos do que 10 anos de revisões e releituras.

            Se você é um leitor que não gosta muito de temas de guerra não se preocupe, apesar de o livro se passar no período de uma das maiores guerras do Estados Unidos (se não a maior) em seu próprio território a história vai acompanhar a vida de Scarlett, e por tanto, as consequências “indiretas” (fora do campo de guerra) dessa guerra.









14 Comentários

  1. Amo romances de época, somos transportados a uma realidade totalmente diferente e experimentamos como seria viver nelas. Acredita que até hoje, com 20 anos, ainda não li o livro e nem assisti ao filme? Pelo que estou vendo tenho perdido uma riqueza daquelas! Vou correr atrás do prejuízo rsrs
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amilton! Também adoro essa sensação de voltar ao passado, mas ainda ter as facilidades do mundo moderno, já pensou andar com aquele bando de saia, anágua e espartilho?! kkkkk
      Não precisa se preocupar em ler o livro antes de ver o filme, apesar de o livro e o filme estarem em sintonia você termina o filme com gosto de "quero mais", assim como no livro!
      Depois que ler ou ver o filme dá uma passadinha aqui pra dizer o q achou!
      Abraços!

      Excluir
  2. Olá! Essa história é muito "clássica", né? Eu nunca assisti ao filme mas com certeza leria o livro. Não sou fã do tema em si, mas como você explicou que não é tanto o foco da obra acredito que seria uma leitura que eu aproveitaria ao máximo.
    Memento Mori

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silviane!
      A escrita não é difícil se é isso que te preocupa, ele é daqueles livros clássicos, mas com a escrita atemporal, ou seja, acessível, fácil de ler e entender. O foco do livro é mais no que a Scarlett passa na época da guerra, como as mulheres vivenciaram essa guerra.
      Depois que ler ou ver o filme volta aqui pra me contar o que achou. Vou amar saber o que você achou!
      abraços!!

      Excluir
  3. Olá, tudo bem Deborah?

    Eu curto clássicos, seja livros ou filmes. O filme eu já assisti e adorei, agora quero ler o livro que por sinal parece ser muito bom. Gostei da sua resenha e impressões, parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Muito obrigada pelo comentário! Também sou uma fã dos clássicos!
      Assim que ler o livro passa aqui pra me dizer o que achou! Vou adorar ler sua opinião!
      Abraços!

      Excluir
  4. Olá! Eu simplesmente sou apaixonada por essa história! Li um livro que tinha muitos trechos dela, e fui ficando curiosa, curiosa, até pegar o livro e me enredar nas tramas! É apaixonante mesmo! Indico para todos! Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline! Fico feliz em saber que você também se apaixonou pelo livro!! O que você achou da Scarlett? Ainda estou entre o amor e o ódio.KKKKK
      Abraços

      Excluir
  5. Oie amore,

    Que lindeza... já me apaixonei por essa capa maravilinda!
    Mais a temática não me atrai muito não.
    Essa coisa de chorar de rir, quase fez eu mudar de opinião rs.
    Adorei a resenha!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi!
      Como assim! Dá uma chance pra ele! Você vai chorar de tanto rir da ingenuidade da Scarlett suspirar pelo cafajeste do Rhett Buttler e devorar cada página curiosa pra saber o que vai acontecer!
      Obrigada pelo comentário!
      Bjs

      Excluir
  6. Meu romance favorito forever
    Assisti o filme qdo tinha onze anos e só fui ler o livro com treze e desde então sempre tô relendo até o segundo livro que não é da autora é bom demais
    Acho Scarlet uma personagem perfeitamente real, egoísta, volúvel e outros defeitinhos mais, porém ingênua, leal e adorável rs
    O livro é muito massa tanto pelo enrendo qto pelo cenário de guerra
    Amei ler resenha dele obrigada por isso. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia! Concordo completamente com você! A Scarlet é muito real!
      Eu fui apresentada à história pela minha mãe através do filme e fiquei tão louca e desconsolada com o final que fui pesquisando mais e descobri o livo. Mas assim como você demorei um pouco para lê-lo.
      Obrigada pelo comentário!
      Você já deu uma olhada na resenha do livro Anne de Green Gables? Acho que ele faz o seu estilo!

      Excluir
  7. Quero muito ler esse livro!! Parece mesmo ser uma história maravilhosa! Adoro tanto o tema histórico, por amar História, quanto o tema dos relacionamentos humanos. Preciso comprar esses livros!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea!
      Lê sim! Ele é muito bom! Depois volta aqui e me diz o que achou! =)
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir