Olá galera,

A resenha de hoje é sobre um livro de romance que me encantou e me ajudou a dar uma aliviada no clima de mortes dos livros do meu cotidiano. 

Venha conhecer a minha opinião sobre o Treinador do Meu Sobrinho - Vanessa Gramkow 


Sinopse: Duda aprendeu que a vida não era fácil, mas nunca se deixou abater pelos obstáculos. Conhecida por sua personalidade ousada, ela valorizava sua própria liberdade acima de quaisquer sentimentos. A vida estava sempre sob seu controle... até seu sobrinho, o jovem tenista Igor, garantir-lhe que André, seu treinador, seria o “homem ideal” para ela. Duda não acha que precisa de qualquer relacionamento sério, aliás, aprendeu que o amor não existe para todos, especialmente não para ela. Por isso, tudo soava muito divertido quando Duda soube que finalmente conheceria o “tão mencionado” André; o problema é que o tal “homem ideal” era um babaca que parecia muito disposto a irritá-la. Agora, Duda precisará lidar com as expectativas românticas de seu sobrinho, a monitoria estressante de sua irmã mais velha, o confronto com seu próprio passado doloroso e a verdade de que nunca é tarde para aprender a amar.

Autora: Vanessa Gramkow
Editora: Ella
Páginas: 146

O treinador do meu sobrinho é um livro rápido de leitura fácil você pode ler ele sem problemas em 1 dia. Eu li em dois para aproveitar um pouco mais a experiência da leitura. A história a princípio pode parecer clichê, mas não é.


Apesar de ser previsível no início, ele foge do clichê, da mocinha virginal e perdidamente apaixonada pelo mocinho. Ela que resiste em se entregar para paixão e é muito bem resolvida sexualmente.

Gostei muita dessa “inversão” já que algo que me incomoda muito em outras leituras é o fato de que a mulher é sempre a apaixonada que se humilha. Nessa história não, eles estão de igual para igual.


A história começa quando a personagem principal, Duda, após anos longe da sua família, vivendo em outro país e trabalhando como fotógrafa, volta para fotografar o campeonato de seu sobrinho. No retorno ela conhece, sem querer, o treinador do seu sobrinho e se “encanta” por ele.

Ela tem que lidar com uma gama de sentimentos que sempre oprimiu dentro de si. Depois da perda dos pais Duda decidiu não se apaixonar mais por ninguém com receio de perder mais alguém.


Um personagem que me cativou foi o sobrinho, Igor, ele apesar de ser criança se mostrou mais maduro até que sua mãe, que aliás não gostei nem um pouco dela, a irmã da nossa personagem principal se mostrou muito egoísta e até cruel com a Duda em alguns momentos.

Gostei muito da estratégia da autora para os momentos do casal, como vocês já sabem, me incomoda muito a necessidade de sexo em cada página dos livros de romance. A autora aflora a sensualidade e imaginação sem “sobrar” e nem “faltar” cenas.


A narrativa é bem fluida. A diagramação, a fonte e a escolha do papel deixam a leitura agradável e confortável. Recomendo a leitura.

Classificação 


Esse livro foi cedido pela autora em forma de parceria.




Beijos e até a próxima,

3 Comentários

  1. É bom ver esse tipo de romance com outro tipo de personagem que não seja a mocinha viriginal,confesso que ainda sim a sinopse não me atraiu muito,mas achei a ideia da história bacana mesmo que seja um tanto clichê.

    ResponderExcluir
  2. Oie, de fato parece um livro bem amorzinho e clichê, pra uma leitura da tarde talvez, como estou meio afastada desses mesmos costumes literários acho que não leria no momento, mas aposto que muitas amigas loucas por romance adorariam a obra.
    http://www.kammykrysthin.com/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?
    Eu já li esse livro! Adorei a história, ela é maravilhosa para sair de uma ressaca literária! E, como você falou na resenha, não tem apenas sexo na história, as cenas do casal são bem escrita.

    Beijos!
    http://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir