Olá gente!

            Na resenha dessa semana vou falar sobre um livro que inicialmente eu fiquei encantada com a capa e depois que eu conheci a história me questionei por que demorei tanto tempo para conhecer o trabalho da autora Dinah Jefferies.

Antes da TempestadeSinopse: "Para conhecer o amor verdadeiro é preciso ser arrasado por ele.” Rajputana, Índia, 1930. Desde a morte de seu marido, a jovem inglesa Eliza tem como única companhia sua câmera. Determinada a se firmar como fotógrafa profissional, ela acaba de aceitar um convite do governo britânico para se hospedar durante um ano no castelo da família real local. Sua missão: fotografar, para o acervo da Coroa inglesa, a vida no Estado principesco de Juraipore. Ao conhecer Jayant, irmão mais novo do marajá, Eliza embarca na aventura mais transformadora de sua vida. Acompanhada pelo príncipe rebelde e misterioso, ela conhecerá uma terra marcada por contrastes — com paisagens de beleza incomparável, cultura rica e vibrante e, ao mesmo tempo, a mais devastadora das misérias. Enquanto Eliza desperta Jayant para a pobreza que circunda o castelo, ele mostra a ela as injustiças do domínio britânico na Índia. Juntos, descobrem uma afinidade de alma e uma paixão arrebatadora. Mas a família real fará de tudo — até o impensável — para impedir a aproximação entre o nobre indiano e a viúva inglesa.


Autora: Dinah Jefferies
Editora: Paralela
Páginas: 343


Já no prólogo somos apresentados a Elisa Fraser que nasceu em Delhi, mas após testemunhar um atentado e a morte de seu pai durante uma procissão, ela retorna à Inglaterra junto a sua mãe.

Após dezoito anos, Elisa retorna à Delhi determinada a se tornar uma fotógrafa profissional a convite do governo britânico para se hospedar durante um ano no castelo da família real local e incumbida de registrar a vida no Estado Principesco de Juraipore.


Ao aceitar o convite, Elisa se vê dentro de uma nova cultura e princípios que divergem de suas opiniões e a primeira questão que ela enfrenta é que não pode revelar que é viúva, pois na Índia uma mulher que perde seu marido primeiro é tida como fonte de mau presságio e até mesmo em algumas regiões praticam alguns atos contra as viúvas, apesar dos esforços do governo local em acabar com esses costumes.

Elisa ao conhecer o príncipe Jayant,  irmão mais novo do marajá, vai embarcar numa aventura que irá transformar profundamente sua vida. De início eu fiquei um pouco receosa com esse príncipe cheio de mistérios, mas que ao pouco vai revelando sua essência e sua filosofia de vida para Elisa.

Jayant afirma para Elisa que sente melhor numa caravana dentro do deserto do que no próprio palácio de sua família que ele me encantou de vez e como eu torci para que o casal se acertasse, porque numa Índia do início do século 20 é esperado que um príncipe se casa com alguém dentro do mesmo patamar social, e vemos isso com as declarações feitas pela mãe de Jayant para Elisa.

Elisa vai despertar Jayant para ver a miséria que seu próprio povo vive, que não tem acesso a um bem essencial a vida que é a água e ele tenta de todas formas protege Elisa de alguns costumes de seu povo, bem como explica algumas das tradições do povo e das festas indiana.


E eu digo que como fiquei ansiosa para saber como a história ia se desenrolar e vê a forma que o amor de Elisa e Jayant iria acontecer de forma gradual, e deixo aqui uma pergunta que só vai ser respondida com a leitura do livro, será que o destino vai querer que eles fiquem juntos?



Aqui eu tenho que elogiar o cuidado que a autora com as pesquisas feitas sobre a cultura indiana, os costumes, as festas e me peguei imaginando diversas vezes que eu mesmo estava participando dessas festas.

Mas você deve está se questionando o motivo da autora em escolher o nome do livro como Antes da Tempestade, mas se eu contar vou acabar dando um grande Spoleir e nem todos os leitores gostam disso, mas eu só o tipo de leitora que às vezes lê o último capítulo da história para saber o final.
A narrativa do livro é bem descritiva, e eu adoro esse tipo de livro que descreve com uma riqueza de detalhes os cenários em que o livro se passa e que consegue transportar os leitores para dentro da história.

E por fim eu tenho que elogiar a Editora com o cuidado com a escolha da capa, com a diagramação que tem letras bem agradáveis a leitura. E como eu disse no início da resenha o que me encantou de início foi a capa, e eu já comprei diversos livros pela capa e não me arrependi.




Se você quer uma história que se passa na Índia eu indico a leitura de Antes da Tempestade.


 Classificação

Os livros foram cedidos pela editora 
em um evento realizado pela Aliança de blogueiros do Rio de janeiro



Um Comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...