[Salada Mista] Literatura Fantástica - Gêneros Literários #2


Olá gente!

            Demorou um pouco, mas eu trouxe hoje mais um post falando sobre gêneros literários, para quem chegou agora e não está entendendo nada há um tempo eu fiz um compilado básico com alguns gêneros da literatura e me propus a falar sobre eles detalhadamente e separados, comecei com o gênero Hot e hoje estou aqui para falar de fantasia, lembrando que muito do que vocês vão ler se trata da minha opinião sobre o assunto!


Encontre os outros posts abaixo:
O que o Wikipédia diz?
         Fantasia é um gênero da ficção em que usa geralmente fenômenos sobrenaturais, mágicos e outros como um elemento primário do enredo, tema ou configuração. Muitas obras dentro do gênero ocorrem em mundos imaginários onde há criaturas mágicas e itens mágicos. Geralmente a fantasia distingue-se dos gêneros ficção científica e horror pela expectativa de que ele dirige claramente de temas científicos e macabros, respectivamente, embora haja uma grande sobreposição entre os três, todos os quais são subgêneros da ficção especulativa.

Para mais informações clique aqui.

Para quem acompanha o blog a um tempinho deve ter percebido que eu (Yza) adoro fantasia, esse é um dos meus gêneros preferidos da vida, gosto tanto que às vezes fico saturada de tanto ler e preciso dar uma relaxada com outro tipo de leitura, afinal até as coisas que mais amamos cansam quando feitas em excesso.

Por gostar tanto é difícil para eu ter uma opinião imparcial sobre o gênero, mas vou fazer meu melhor para passar para vocês o que eu acho sobre Fantasia como um todo. A primeira coisa que gostaria de levantar é que Fantasia não é só Tolkien ou George R. R. Martin, temos grandes autores e autoras do gênero que ganharam seu espaço e provaram sua capacidade através do seu trabalho e não estou falando apenas de J.K  Rowling, Cassandra Clare ou Sara J. Maas (minhas preferidas, sim ou claro?). Estou falando de FML Pepper, Amanda Àghata (eu só leio mulheres?) entre outros autores brasileiros que mostram seu valor todos os dias e são menosprezados, pois só Tolkien é Rei e ninguém mais sabe escrever fantasia, pelo amor de Deus gente, existem tantos mundos por ai para serem desvendados, tantas histórias para serem vividas e o povo fica discutindo quem é mais, sério isso? Eu como todos tenho minhas preferências, mas não é por isso que não me permito conhecer novas histórias e viver novas aventuras, se aquela história funciona para mim é boa e ponto final, espero que as pessoas que estão lendo esse post pensem assim também e não se deixem influenciar por status.



            Vou deixar minhas opiniões de lado um pouquinho se não ficaremos aqui até Deus sabe quando, vamos voltar para o básico. Pesquisando (sim, eu faço isso) descobri e aprendi que existem sub-subgêneros para a Fantasia, são eles: High fantasy, Low fantasy, Conto de fadas, Sword and Sorcery, Fantasia contemporânea, Ficção mítica, Romantic Fantasy, Dark Fantasy, Urban fantasy, Medieval Fantas, Dystopian Fiction, Young Adult Fantasy, Children's Fantasy.  Eu sei que é muita coisa para lembrar e na minha humilde opinião alguns desses se fazem bem desnecessários, então para o post não ficar longo e chato de mais eu vou falar só dos principais para vocês terem uma ideia de como funciona, caso queiram mais detalhes sobre os outros subgêneros me avisem nos comentários que eu faço um outro post para vocês.

Primeiro vocês precisam saber que os mundos podem ser apresentados de três formas:


  • O mundo primário (real) não existe, como em Trono de Vidro.
  • Introduzido através de um portal  (podemos chamar de secundário), como Narnia
  • Um mundo-dentro-do-mundo, como Harry Potter.

High fantasy (alta fantasia) – Os livros que se enquadram nesse subgênero apresentam um mundo primário onde geralmente contém magia e guerreiros, conta quase sempre com personagens corajosos que estão dispostos a tudo para salvar o mundo de um fim horripilante e batalhas épicas do bem contra o mal, mas podem conter outros plots que o autor achar necessário. Algo importante a acrescentar é que High fantasy nunca será uma fantasia urbana, nem contemporânea, mas pode se enquadrar em outros subgêneros dependendo do enredo criado pelo autor.


Exemplos de High fantasy:



Low fantasy (baixa fantasia) – Os livros desse subgênero geralmente têm mundos criados de forma secundária (por um portal) ou dentro do nosso mundo. Mesmo tendo um mundo totalmente criado do zero com suas fortes características, leis e histórias, esse subgênero usa nosso mundo real como base. Fora isso é basicamente a mesma coisa que a alta fantasia, geralmente uma batalha entre o bem e o mal que pode impactar tanto o mundo fictício quanto o mundo real e também pode se enquadrar em outros subgêneros dependendo o enredo.

Exemplos de Low fantasy:


            Dei destaque para esses dois, pois outros subgêneros de encaixam neles, ou seja, não é possível classificar um livro de fantasia 100% em apenas uma categoria, por isso, aqui no blog fantasia é fantasia e pronto, mas tem lugares onde vocês podem encontrar divisões e não entender nada, um exemplo simples é Harry Potter, ele é um livro a principio YA, então se classifica em YA Fantasy, mas também tem todo um mundo construído dentro do mundo real, por isso também é um Low Fantasy, entenderam onde eu quero chegar? Falar de fantasia é bem complexo, assim como ler fantasia não é para qualquer um e eu vou explicar porque eu acho isso.

            O que incomoda muito em fantasia (até para mim) é sua narrativa a princípio lenta, eu como apaixonada entendo essa necessidade, mas tem pessoas (neh Bea?) que não tem paciência e acabam desistindo de uma história que pode ser maravilhosa. Mas porque a narrativa é lenta? Simples, o autor precisa apresentar um mundo completamente novo, cidades, culturas, povos, magia ou a falta dela, a história do lugar, porque estamos no ponto que estamos na história e tudo isso envolve uma explicação mais detalhada que deixa a leitura lenta, mas geralmente isso só acontece em livros introdutórios ou em volumes únicos (muito difícil de encontrar no gênero) no começo como forma de apresentação, depois isso passa e geralmente a história ganha outro ritmo, evolui e quando vemos já estamos ansiando por mais daquele mundo, querendo descobrir mais sobre as coisas, pois fantasia é imersão, é entrega e eu estou sendo parcial novamente (desculpe).



            O que me encanta mais nesse gênero é a forma como ele puxa você para fora da realidade, alguns livros como Harry Potter e Instrumentos Mortais mesclam o mundo fantástico com nosso mundo real (Low fantasy) e por vezes fico me questionando se de fato esses mundos não existem e nós que não conseguimos enxergar, pois a construção do universo em torno do nosso é perfeito, a forma como não conseguimos enxergar o que se passa em nossa volta é muito convincente, tão convincente que da para acreditar que de fato tudo aquilo é real, por isso que até hoje eu espero minha carta de Hogwarts, tenho certeza que ela se perdeu no caminho, mas enfim. Eu não consigo mensurar o que é mais complicado, escrever high fantasy ou Low fantasy, acho realmente impressionantes. Vocês já se imaginaram criando todo um reino, com suas histórias antepassadas, suas características próprias, cidades, povos, leis e tudo que envolve uma realidade? Dá dor de cabeça só de pensar. Por isso eu respeito tanto o gênero, não desmerecendo outros que tem suas dificuldades e particularidades, mas fantasia é criar do zero uma realidade que não estava ali e isso me deixa impressionada.

            Ops! Passei dos limites e ficou enorme esse post.  Vou ficando por aqui, espero que tenham gostado de saber um pouco mais desse gênero. Deixem nos comentários o que acham de fantasia, do que acharam do post, seu gênero preferido e vamos conversar a respeito.

Beijos e até a próxima!


            

8 comentários:

  1. Oi
    Ganhou mais uma seguidora. Eu tenho uma série de posts no meu blog onde falo de um gênero literário por mês. Mês passado foi fantasia. A desse mês (que sai amanhã) é ficção científica. Adoro. Vou colocar o seu link no meu post sobre fantasia. Adorei mesmo. Eu sou a louca da fantasia.
    Um beijo

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Oi Thay!
    Adorei o post, vou continuar acampanando seus posts, gênero é coisa muita confusa, e são tantos subgêneros que da ate um nó no cérebro!
    Adorei, parabéns pelo post

    Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Olá Thay
    Adoro ler Fantasias e a maioria do que indicou eu já li, é realmente maravilhoso viajar por esses mundos incriveis, tem muitos gêneros que eu não compreendo ainda! Adorei o post

    ResponderExcluir
  4. Ola, eu gostei muito de saber disso eu não sabia para mim tudo era fantasia e pronto. Não classificava Tmi como fantasia e sim como romance sobrenatural mais é bom saber que ele tem outro genêro.

    ResponderExcluir
  5. Oiee Thayza ^^
    Às vezes eu me impressiono ao olhar para a estante e ver que a maioria dos meus livros foram escritos por mulheres...hehe' #adoro♥
    Eu não sou MUUUITO fã de fantasia, sabe? Mas leio vários livros (e séries) do gênero e acabo me apaixonando por alguns, como é o caso das séries da Cassandra Clare, que eu amo. Acho interessante que, mesmo que estejamos lendo uma fantasia, ao mesmo tempo esse livro pertence a outro gênero, como romance ou, às vezes, drama.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Menina, eu não dou conta de tanto gênero literário que aparece, fico totalmente por fora.
    Confesso que conhecia o básico da fantasia, mas não fazia ideia que abrangia tantos pormenores, Assim como você eu acho lento o começo de um livro do tipo, mas é até me familiarizar.
    Não sei se estes mundos existem, mas se Hogwarts é real eu devo ser Trouxa, que triste.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei o seu post! Pena que não consigo ler tudo que quero... De uns tempos pra cá, fantasia se tornou um dos meus gêneros favoritos e a minha série predileta é Sevenwaters, lançada pela Butterfly! Os livros são o máximo! Além disso, Harry Potter é Harry Potter, vamos combinar, né? *-*

    ResponderExcluir
  8. Bem antes da literatura hot, a literatura fantástica já existia na minha vida! E eu simplesmente amo! Tanto fantasia, quanto romance de época, eu sou apaixonada!
    E curti demais você ter detalhado as concepções, estrutura e afins, é difícil encontrar alguém que fale sobre isso.
    Adorei a postagem.
    Bjks.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garotas Devorando Livros - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo