Olá gente!

            Hoje a resenha é sobre um nacional que me deixou de cabelo em pé de curiosidade, vou contar para vocês o que eu achei de Treze da autora FML Pepper.



Sinopse: Às vésperas de cometer o maior golpe de sua vida, a cética Rebeca vai a um parque de diversões decadente e se depara com uma enigmática cartomante que, contra a sua vontade, faz uma série de previsões bizarras sobre seu futuro. Para seu desespero, todas as nefastas previsões viriam a se concretizar e a arremessariam em um furacão de perdas e de derrotas. Quando sua vida chega ao fundo do poço, circunstâncias inesperadas lhe dão a chance de um recomeço e, querendo ou não, agora Rebeca não pode desprezar a última e mais perturbadora previsão da vidente: o número TREZE, ou melhor, o décimo terceiro namorado seria o homem que traria sua salvação. Longe dele, sua existência seria apenas caos e ruína. O que Rebeca jamais poderia imaginar, no entanto, é a que a cartomante camuflaria o predestinado atrás de charadas. Dois rapazes surgem em seu caminho e se encaixam perfeitamente nas pistas, mas apenas um deles será o grande amor da sua vida. É chegada a hora de decifrar o enigma do coração ou arriscar perder tudo para sempre.


Autora: FML Pepper
Editora: Galera Record
Páginas: 406


Adquira Aqui:

                

Eu já conhecia a Pepper de outros carnavais (ops, livros) e já estava familiarizada com sua escrita na fantasia, então quando soube do lançamento de Treze fiquei muito curiosa, pois achei que viria ai mais fantasia nacional de alta qualidade. Agora, imaginem a minha surpresa quando eu descobri que na verdade o livro se tratava de um New Adult, bateu aquele receio, pois geralmente os autores se prendem muito a sua zona de conforto e quando vi que a Pepper ia sair da dela fiquei extremamente orgulhosa, curiosa e receosa. Então quando o livro apareceu no catálogo da Galera para solicitação de parceria não pensei duas vezes e cá estou eu para dividir com vocês minha experiência com essa leitura.

Eu comecei a leitura com calma, sem grandes expectativas e logo fui engolida pela história. De cara o livro já apresenta uma protagonista cética, com muita atitude e corajosa para caramba, Rebeca realmente me ganhou de primeira. Longe dali conhecemos Karl o cara vencedor, no auge de sua carreira de lutador de MMA que devido a um coração partido vê sua vida mudar completamente.

 A aura da história muda completamente quando conhecemos madame Nadeje a personagem é descrita como uma senhora vidente que trabalha em um parque de diversões caindo aos pedaços e em um encontro fora desse parque com a protagonista ela faz algumas previsões que Rebeca prefere ignorar, mas que ficam rondando sua cabeça e se tornam realidade, mudando assim seu destino. Confesso que achei madame Nadeje uma figura, graças a bienal do Rio onde vi a Pepper vestida como vidente não consegui desvincular as duas imagens, então por mais que a narrativa dissesse que se tratava de uma senhora misteriosa eu só conseguia enxergar a Pepper com seu sorriso e fazendo cara de mistério, mas isso não foi ruim para mim já que devido a essa assimilação eu achei a personagem mais cativante do que realmente é.

Mudando um pouco o foco da nossa resenha, quero dizer que escrever New Adult é complicado, ainda mais quando a narrativa puxa um pouco para outros lados que não o cotidiano e problemas comuns da universidade e da idade. A autora conseguiu escrever uma história envolvente, sexy (sem ser vulgar), com cenas de ação e emoção com bastante destreza provando que é possível sim sair da zona de conforto e entregar um bom trabalho.



Particularmente eu senti uma inspiração em outro new adult, nada gritante, na verdade eu nem posso afirmar que foi inspirado, só posso dizer que lembrou bastante e em algumas partes isso me deixou um pouco incomodada, mas logo consegui perceber que a história ia muito além disso. Talvez essa minha impressão se valha aos clichês do gênero, nada focado no trabalho da autora, mas vamos combinar que cada gênero tem seus clichês e aqui não foi diferente, nada que tenha me desagradado de fato, afinal eu adoro um bom clichê e a forma como eles foram desenvolvidos fizeram toda a diferença na narrativa e mesmo com as características do gênero e a tal inspiração, Treze tem personalidade própria e cumpre muito bem o seu papel.

Eu tenho algumas considerações a fazer, a primeira é que eu gostaria que as cenas com a Suzy (melhor amiga da Rebeca) fossem mais longas e recorrentes, eu entendo que o foco do livro era o romance e as previsões, mas a personagem tem tanto potencial que no fundo eu fico com uma esperança de um Spin-off sobre ela, não sei, mas a personagem me cativou muito, mesmo aparecendo tão pouco na narrativa. A segunda consideração é que eu achei que teriam mais cenas de ação e perseguição, isso foi uma impressão minha devido ao que eu sabia sobre a história e fiquei esperando por algo que não veio, mesmo assim o final do livro é maravilhoso, aquele BUM que esperamos acontece e quando acontece “ai meu coração” que coisa mais linda e bem escrita.



Sobre a pegada mística eu achei que a autora se perdeu um pouco no caminho, ela foi de um ponto a outro, ou seja, de misticismo a religiosidade sem de fato falar de religião, não sei explicar, mas eu esperava outra saída que não a entregue pela autora. Mesmo com essa pequena divergência de visão esse fato não altera em nada a evolução da história, nem desmerece todo o mistério envolvendo a narrativa. Pensando agora enquanto escrevo essa resenha até que vejo um fundamento, aquela frase “escreve certo por linhas tortas” faz bastante sentido quando se trata de Treze e principalmente da Rebeca, enfim vocês precisam ler para tirar suas próprias conclusões.

A narrativa é feita em primeira pessoa e alternada entre Rebeca e Karl, eu sei que não falei muito dele, mas eu prefiro que o personagem te ganhe mostrando todo seu potencial da forma como a autora escreveu, na verdade eu não saberia o que dizer além de “ele é maravilhoso” então vou deixar com a autora mesmo. A capa é linda de viver, a diagramação é simples, mas as letras e o espaçamento são bem confortáveis. As páginas amarelas e de boa qualidade mostram que a editora tem se preocupado bastante com nossos nacionais e dando a eles a qualidade que merecem.


Eu gostei muito do que encontrei, fiquei muito feliz com a leitura e por ver que nossa literatura tem ganhado mais espaço e só tende a crescer e mostrar que podemos ir da fantasia ao new adult de maneira maravilhosa e com muita qualidade. No mais fica aqui a minha recomendação, mas eu aconselho a separar um tempinho para essa leitura, pois quando começar não vai querer parar.




Classificação


Esse livro foi cedido pela editora em forma de parceria.


Beijos e até a próxima!!

17 Comentários

  1. Esse livro é de um gênero literário que não gosto muito, então vou passar a dica desta vez. De qualquer forma, deve ser uma leitura interessante para quem curte a temática :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Nossa, eu achei que este livro fosse de fantasia mesmo, e não um new adult, rs. Ainda assim, continuo bem curiosa para ler os livros da autora, que é um amor de pessoa. Ótima resenha!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amo fantasia e com toda certeza vou ler esse livro. Amei o jeito que você escreve, continue assim ^^ até a próxima

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu acho a capa desse livro super bonitinha. Quero ler algo da autora, mas fico em dúvida se leio a trilogia ou se leio Treze, pois assim como na sua resenha, já vi críticas sobre ambos.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Thayza, louca para ler este novo livro da Pepper, uma pena que não consegui ainda. Que bom que mesmo você não tendo gostado muito da forma que ela explorou o misticismo e a religiosidade, o livro não perdeu toda sua qualidade.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Tão bom quando as histórias nos prendem dessa forma né?
    O livro está aqui na minha estante, esperando para ser lido!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu li um livro da autora, mas não consegui me conectar com o estilo dela. Acho ela um amor de pessoa. Parece ser muito simpática. E também acho que tem potencial. Vou deixar para ler os próximos livros dela, quando a escrita estiver mais madura.
    Sobre a resenha: legal as ponderações que você fez. Acho ótimo ler resenhas que apontam os aspectos positivos e negativos da narrativa.
    Em relação as questões de misticismo e religiosidade, talvez tenha faltado mais pesquisas. Ou um tempo maior de reescrita.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu amo demais a escrita da Pepper e estou curiosa com esse livro. Acho que algumas partes nele não vão me agradar tanto, mas quero muito ler. Adorei conferir a resenha sobre ele.

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Gente, esse livro é um calhamaço ne? Giganteee, haha.
    Mas quero muito ler um dia, achei a trama incrível, e o fato de ser um nacional só aumenta minha vontade de ler! Adorei o post <3

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu amei a trama da Pepper. Na verdade sou suspeita pra falar pois todos os livros dela, nenhum deixou a desejar. Gostei bastante da forma como traz alguns aprendizados e mesmo com o misticismo ficou algo leve e de fácil compreensão.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. oieeee, terminei ess leitura e nem sei bem se goste ou não, foi o primeiro livro dela que li e achei o final meio nada a ver também, a explicação para o problema nem sobrenatural nem religioso me deixou decepcionada!

    bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá Thayza,
    Nunca li nada da Pepper, mas tenho vontade, pois sempre leio muitos elogios para suas obras. Achei sua resenha interessante e fiquei curiosa para saber qual livro te passou essa impressão de inspiração, já que não consegui pegar nenhuma referência.
    Os personagens parecem ser bem desenvolvidos e interessantes e acho que vou dar uma dica, mesmo não sendo o gênero que a autora domina.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi! Que premissa interessante! Adoro esse estilo "sexy sem ser vulgar".
    Só fiquei com o pé atrás por causa do assunto de misticismo sem ser trabalhado com convicção em uma história. Mas enfim, vou procurar pra ler e tirar minhas conclusões.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Nunca li nada da autora, mas sempre tive curiosidade, mas não estava muito animada com esse livro, pois parecia não fazer meu tipo (olha eu julgando o livro pela capa), mas meninaaaaaaa eu sou a louca dos New Adults fiquei boquiaberta com sua resenha, COMO ASSIM New Adult????? nunca imaginaria... Eu nao sou muito de ler sinopses, pois gosto de ser supreendida, então me pego muitas vezes julgando pela capa e dessa vez eu quebrei a cara legal heim. Ainda bem que li sua resenha, pois ia perder a chance de conhecer essa história.
    Simplesmente amei. E espero que a autora faça um spin-off sobre Suzy, amo quando personagens secundários destacam.

    ResponderExcluir
  15. Oii.
    Essa autora eu acompanho há muito tempo o trabalho nas redes sociais, mas infelizmente ainda não tive tempo para ler os livros dela. Como as minhas leituras são mais focadas nos romances e romance de época eu acabo deixando um pouco de lado esses outros gêneros, mas pretendo mudar isso logo.
    Tenho lido muitos comentários positivos sobre esse livro,então vou adicioná-lo a minha listinha.
    Amei a resenha.
    Bjs Mary.

    ResponderExcluir
  16. Que eu saiba, eu nunca li um new adult, mas esse me chamou bastante atenção. Já vi a capa por aí e uma amiga minha (Rebeca, por pura coincidência) já tinha falado sobre o livro, mas nunca dei muita bola. Agora vou dar uma pesquisada e ver se compro!

    https://thatisrealme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro, achei muito interessante a sinopse vou colocar na minha lista para ler com certeza.

    ResponderExcluir